iinspiradas

sábado, 9 de setembro de 2017

O Manual da Jardineira

às

Não minha cara Inspirete, o post de hoje não é sobre jardinagem, é sobre moda mesmo e moda das boas!



Vira e mexe a moda acaba reinventando alguma peça do passado e trazendo de volta com uma carinha mais moderna. Foi o que aconteceu recentemente com os macacões que com certeza você viu dando as caras por aí né?

O macacão é uma peça democrática, atemporal e cheia de estilo, mas você conhece sua história? Os primeiros macacões surgiram no século XVIII durante a Revolução Industrial, como roupa de trabalho para os operários das fábricas. Eram feitos em peça única e material resistente, geralmente linho ou algodão e cobriam a maior parte do corpo. Na época da 1ª Guerra Mundial o macacão se tornou popular também entre as mulheres que se viram obrigadas a encarar a jornada de trabalho enquanto seus homens estavam em batalha. Por ser uma peça prática, passou a integrar também o guarda-roupas infantil a partir da década de 30. Mas foi só a partir dos anos 60 que o macacão se popularizou como item de moda, se tornando também um dos ícones do movimento hippie na década seguinte.


Operários de fábricas do séc XVIII. Fonte: Google.
Mulheres operam furadeiras para fazer motores de vagões em 1918. Fonte: Share America

Já a jardineira (que será o foco deste post), também foi usada pelos operários em fábricas, mas seu modelo tradicional azul, com suspensórios e bolsos, se popularizou no século XIX com Levi Strauss, (o cara que criou a marca Levi’s, sabe?), também como roupa funcional para trabalhadores americanos, pois protegia o corpo e os bolsos facilitavam o manuseio de instrumentos. Mas é da década de 90 nossa memória mais recente, afinal, quem não se lembra do Will Smith em “Um Maluco no Pedaço”, hein?

À esquerda, Anúncio Levi Strauss, 1874. À direita, Série Um Maluco no Pedaço, 1990.

Tá, mas peraí! Macacão, jardineira? Tá confuso isso!
Calma que eu explico:

Ao longo da história, os termos se misturaram e meio que tudo passou a ser considerando macacão, mas a verdade é que cada um é um modelo diferente. Veja:

MACACÃO
Feito em peça única com as partes de cima e de baixo unidas, as pernas sempre são compridas, porém o comprimento das mangas pode variar.


MACAQUINHO
É a mesma proposta do macacão, só que com as pernas curtas.


JARDINEIRA
É aquele modelo com alças tipo suspensório sabe? A cava é mais baixa na frente e atrás, o que faz com que você precise usar uma blusinha por baixo. Nesse modelo as pernas podem ser longas ou curtas.


SALOPETE
Sim, ainda temos mais um modelo, cujo nome não é tão famoso, mas certamente você já viu e até já usou ~na infância~ a Salopete é a jardineira, só que no lugar da calça, tem uma saia.


Entendida a diferença? Então agora vamos à prática!

Sei que com o macacão não tem muito erro, ele é uma peça completa, que se basta, no máximo você coloca um acessório, uma terceira peça por cima e está pronta para conquistar o mundo, até porque o corte e modelagem geralmente são mais elegantes. O problema mesmo está na hora de usar a jardineira né? Ela é uma peça mais despojada, informal e sempre acaba rolando um bloqueio mental na hora de se vestir, porque a gente fica bitolada na mesmice da blusinha.


Então, se surpreenda ao ver quantas caras diferentes a gente consegue dar para essa peça mucho estilosa!

COM BLAZER

COM CASACOS DE INVERNO
(Pele fake, lã, trench coat, etc.)

COM JAQUETAS 
(Couro, parka, bomber, jeans, etc.)

COM CAMISAS

COM BLUSAS VARIADAS
(Xadrez, moletom (sim, até ele!), cropped, malha, etc.)

COM COLETES

COM ACESSÓRIOS EXPRESSIVOS, CORES E ESTAMPAS

ESTILO BOHO
(Com ponchos, quimonos, casacos e cardigans, etc.)

ESTILO TOMBOY 
(Inspiração no guarda-roupa dos meninos, porque não?)

PLUS SIZE
Gordinha pode usar? Não só pode, como deve!
Dica: Caso queira parecer mais magra, opte pelos tons mais escuros e sem lavagem. Elementos verticais como a "terceira peça" da foto 1 e a fileira de botões da foto 4 também ajudam no efeito. Evite detalhes chamativos nas partes mais volumosas do corpo (como coxas e barriga). E por fim, opte por peças ajustadas ao corpo ("ajustado" significa nem muito largo, nem muito justo, ok?! Peças que delineiem o corpo sem marcar ou sobrar tecido).

Então é isso! Depois desse post tenho certeza que até rolou uma vontadezinha de usar jardineira pra já né? Espero que este "Manual" te dê uma luz e renda muitas idéias legais na hora de se vestir! E não pare por aí não... Use a criatividade e invente novos jeitos de usar sua jardineira!

Para mais diquinhas espertas de moda, me siga no Facebook e Instagram. E se você tiver alguma dúvida, me envia! Se tiver fotos suas de jardineira, manda também! Vou adorar!!!

Beijos <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário