iinspiradas

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Aplicativos a serviço de uma rotina sustentável

às

É crescente o número de pessoas envolvidas com sustentabilidade, preocupadas com o consumo consciente, com a exploração de trabalhadores, que buscam uma alimentação saudável livre de agrotóxicos e procuram formas de ajudar o meio ambiente.
Dessa forma, têm surgido vários aplicativos que auxiliam a tornar a rotina dessas pessoas mais sustentáveis. Felizmente são muitos. Infelizmente, não há como citar todos. Assim, selecionei alguns aplicativos que nesses últimos meses me chamaram a atenção.

O primeiro (e meu favorito) se chama Responsa e foi desenvolvido pelo Instituto Kairós e Cooperativa EITA. Através do GPS do aparelho celular, esse aplicativo aponta as iniciativas de consumo responsável próximas do usuário, as quais ainda podem ser escolhidas por região, cidade e categoria. É possível realizar a busca de feiras orgânicas e da agricultura familiar, lojas e feiras da economia solidária e do comércio justo, grupos de produtores da economia solidária, grupos de consumo responsável, experiências de educação alimentar e nutricional, experiências e pesquisas em agroecologia, hortas comunitárias e restaurantes que utilizam ingredientes orgânicos em seus cardápios.
O aplicativo também é interativo, e permite que usuários compartilhem com os demais usuários do Responsa, dúvidas e descobertas relacionadas às práticas de consumo responsável e de sugerir locais ou iniciativas que não estão mapeadas.
Então é um excelente aplicativo para estimular o comércio de produtos da economia solidária e da agricultura familiar, aumentar o grau de consciência sobre o consumo responsável e transformar hábitos de consumo.
Além disso, apresenta uma plataforma online: Portal do Consumo Responsável, onde apresenta Grupos, coletivos, empreendimentos, experiências e outras iniciativas do consumo responsável por localidade, Informações, notícias e vídeos sobre o consumo responsável no Brasil e no mundo, além de apresentar um acervo multimídia, materiais formativos e de aprofundamento sobre consumo responsável.
Outro aplicativo que achei genial é o Tem Açúcar que estimula o consumo colaborativo.
Trata-se de uma plataforma que facilita o compartilhamento de coisas entre pessoas que moram perto. O objetivo é estimular a colaboração, a camaradagem e o senso de comunidade. É a aplicação do antigo hábito de bater na porta do vizinho e pedir uma xícara de açúcar. E como bem referido pelos criadores do aplicativo “pegar algo emprestado e emprestar suas coisas é uma ótima maneira de economizar dinheiro, agir de forma sustentável e quebrar o gelo na hora de conhecer os vizinhos #ficaadica”. E claro, ninguém precisa dar nada em troca ou pagar pelo empréstimo, se traduzindo na mais pura aplicação do ditado: gentileza gera gentileza.
Ou seja, é um aplicativo que facilita a colaboração entre vizinhos. Basta você definir o raio da busca, dizer o que precisa e será conectado com vizinhos que estão dispostos a te ajudar. Quer pendurar alguns quadros e precisa de uma furadeira? Tem um evento para ir e precisa de um vestido de festa? Precisa de um higienizador a vapor por um final de semana? Acesse o Tem Açúcar e peça emprestado. É uma excelente proposta para promover um consumo consciente e evitar gastos desnecessários. Para que comprar, se você pode pedir emprestado?
Também é possível criar ou participar de comunidades com pessoas que tem os mesmos interesses que você.
E vamos para o terceiro aplicativo, este destinado para quem gosta de moda, mas busca consumir de maneira consciente, sem que qualquer pessoa tenha sido explorada durante a produção, lembrando que com frequência surgem notícias de trabalho escravo envolvendo fornecedores de marcas conhecidas.
Esse aplicativo se chama Moda Livre e através dele o usuário pode monitorar a cadeia produtiva de uma determinada marca e assim, ser mais criterioso com suas escolhas e deixar de financiar empresas envolvidas em casos de trabalho escravo.
Ao utilizar o aplicativo, o usuário seleciona dentre as empresas disponíveis no Moda Livre, informações sobre uma determinada marca e consegue observar os indicadores sobre os compromissos assumidos pelas empresas para combater o trabalho escravo em sua cadeia de fornecimento, quais as medidas adotadas para fiscalizar os fornecedores de roupas, as ações tomadas para comunicar aos clientes o que tem sido feito para monitorar fornecedores e combater o trabalho escravo e o histórico do envolvimento das empresas em caso de trabalho escravo segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
Desta forma, com o auxílio desse aplicativo, é possível realizar compras de empresas que não compactuam com a exploração de mão de obra escrava.
Por fim, e não menos importante, apresento o aplicativo Mapa de Feiras Orgânicas, destinado às pessoas que buscam por alimentos orgânicos e agroecológicos e tem por objetivo propiciar melhores escolhas alimentares, de forma rápida, e encurtar o caminho entre o produtor e o consumidor.
Esse aplicativo encontra as feiras orgânicas próximas do usuário, receitas associadas a alimentos de época e regionais e apresenta informações interessantes sobre o ingrediente principal da receita e as informações são cadastradas de forma colaborativa, contando com a sua participação dos usuários para manter os dados atualizados.
Também é possível ir até o site e acessar a biblioteca do Mapa de Feiras Orgânicas, que reúne um acervo de conteúdo digital que aborda diferentes temas ligados à agroecologia, à produção orgânica e à alimentação saudável.
A verdade é que seria possível listar muitos aplicativos aliados da sustentabilidade, mas a ideia era apresentar alguns exemplos de aplicativos gratuitos e em português para contribuir na conscientização do consumo consciente e estimular na busca de outros aplicativos, dentro das necessidades de cada um, seja em busca de economia de energia nas tarefas domésticas, empréstimos de produtos, trocas de serviços, dividir caronas, compras com maior consciência, reciclagem de materiais, participação de trabalhos voluntários, entre tantos outros, utilizando a tecnologia a favor do meio ambiente.



Um comentário:

  1. Adorei as indicações! Vou baixar para testar. Obrigada!

    ResponderExcluir