iinspiradas

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Minha história de Natal

às
Essa época do ano é a minha favorita, adoro esse clima natalino, as festas de encerramento, amigos secretos, presentes, ceias e tudo o que torna esses dias mais interessantes. E quando colocamos as crianças nessa “equação” aí sim que tudo fica ainda mais mágico.


Lembro de quando eu era criança, e tinha toda uma tradição a ser seguida. Começava já no início de dezembro, quando começávamos a fazer as saborosas bolachas de natal (e era somente nessa época em que comíamos, então podem imaginar como eram gostosas né?) aquele cheirinho da bolacha assando, era algo maravilhoso. Também no início de dezembro as cigarras começavam a cantar, um aviso claro que o Natal estava chegando.

A ceia de Natal então, era algo tão especial, a família toda se reunia já para o preparo. Enquanto os adultos cuidavam da comida, meu Opa (era assim que eu chamava meu avô) trazia um pinheiro cortado para podermos decorar (e naquela época não tínhamos os pisca-pisca, era colocado velas coloridas na árvore), e isso era feito somente por ele e seus netos, depois de pronto a sala era trancada e só aberta a meia-noite quando magicamente estava repleta de presentes. Mas antes de podermos descobrir quais eram os presentes que o Papai Noel havia deixado para nós, nós rezávamos e cantávamos as canções de Natal.

Gente, eu realmente cresci tendo os meus natais assim. Maravilhada era pouco perto de como eu me sentia nessa época. Mas como tudo tem um ciclo, com início e fim, meus natais assim acabaram quando a minha Avó faleceu, ela que era o elo mais forte da família e que mantinha toda essa linda tradição viva. Nos anos que seguiram sua morte, essa nossa tradição foi se perdendo, e eu nunca gostei muito disso não.

Mas os anos vão passando e vamos crescendo, e entendendo como às vezes a vida se encarrega de nos mostrar que ainda pode ser mágica. A minha chance veio quando me tornei Mãe! Era a minha chance de mostrar para os ninos que o Natal é uma época especial e que podemos aproveitar essas oportunidades lindas e torna-las especiais. Então aqui em casa, dezembro é quando decoramos a nossa casa, montamos o pinheiro e saímos pela cidade para apreciar as decorações.
Acervo pessoal - 2015
É quando encontramos vários Papais Noéis nos shoppings, compramos presentes, fazemos doações dos brinquedos, livros e roupas que já não nos servem mais, ajudamos algumas instituições de crianças que precisam de um carinho a mais nessa época do ano, e ficamos mais perto da família e amigos. As férias nos permite estar com as pessoas que amamos e curtir cada momento.

As tradições de hoje que eu tenho com meus filhos são diferentes das que eu tenho na memória de quando eu era pequena, mas tenho certeza que o espírito natalino vive em nossa família e não é só os presentes que interessam, e sim todo o sentimento de amor que envolve cada ação dessa época tão especial.


Desejo que esse meu amor pelo Natal chegue até você através de uma lembrança gostosa e faça lembrar que somos o que escolhemos ser. Um lindo e próspero FELIZ NATAL para você e todos que ama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário