iinspiradas

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Limpeza sem química: Esponja mágica?

às
Há uns 4 anos atrás, com a casa recém pintada, começaram a aparecer novamente as marcas de sujeira nas paredes. Meus filhos de 4 patas tem o péssimo hábito de passar pelos batentes das portas se esfregando, e algumas paredes especificas parecem ser usadas como “escora” para fazer a curva. Uma angústia recai, mesmo meu apego a casa não sendo tão alto… 


Limpeza sem química - esponja mágica


Afinal, é um dinheirão danado mandar pintar as paredes, e mesmo quando a gente mesmo faz o serviço, dá trabalho… Além da tinta que já é uma pequena fortuna. 

Tentei limpar as as paredes de formas tradicionais: água e sabão, lavadora de alta pressão, e até água sanitária que eu odeio com todas as minhas forças. Funciona? Até funciona, mas a base de muito esforço e produto químico, o que não é o melhor dos mundos. O sonho era algo para limpeza eficiente e sem química!

Eis que um dia, passeando na Leroy Merlin - loja de bricolagem em Curitiba, amo esse lugar - me deparei com a chamada “esponja mágica”. Na época, uma embalagem com duas unidades custava R$7. A dita cuja prometia limpar qualquer superfície não polida, apenas utilizando água! Naquele momento, lembro de ter me sentido meio desafiada. Como assim usando apenas água? Será que na composição dela haveria algum químico que em contato com a água faria milagres? Não, na embalagem só dizia “espuma poliuretânica”. 

Cheguei em casa e fui logo colocá-la pra jogo! A embalagem mandava: umedeça com água corrente, retire o excesso de água sem torcer e passe na superfície desejada. Passei na parede e sabe aquelas propagandas de desengordurante em que a pessoa passa o pano e fica aquele “rastro” de limpeza? 

Então, essa era a cena que eu via na minha parede, e com o queixo no chão. 


Um antes e depois da minha parede! A foto não captou tão bem quanto a diferença ao vivo... Na esponja vemos a sujeira saindo, e depois de lavada dá para perceber como ela vai deformando conforme é usada.

Por um momento pensei que aquela sujeira estava fácil demais… Peguei um pano, umedeci e passei na mesma parede. NADA aconteceu. Hahahahahaha Que grata surpresa! Não é que a dita funcionava mesmo?

Mas como ela funciona? 

Depois de utilizar algumas vezes, posso dizer que ela funciona como uma lixa muito, mas muito fininha que retira a sujeira pela abrasão, ou seja, atrito. Por ser muito fina, não chega a retirar a tinta da parede com apenas algumas passadas, mas se você ficar lá friccionando vai notar que a tinta sai sim. 

Ainda por remover a sujeira pelo atrito, conforme você utiliza a esponja ela vai acabando. Sim, ela vai se desfazendo até acabar. E também por limpar pelo atrito é que não se recomenda o uso em superfícies polidas, pois pode riscar. 

Onde eu já utilizei e aprovo: parede com sujeira cotidiana, com risco de móveis encostados e riscos de caneta e giz de cera. Remoção de sujeira de rejunte, cola de adesivos, gordura encrustada no fogão e limo. Remoção de gordura do box e pia do banheiro. Limpeza da geladeira, batentes de madeira e portas pintados (ambos aqui em casa são brancos), remoção de manchas de tênis e bolsas. 

Esses são só alguns exemplos que me vêm a mente neste momento. Mas basicamente qualquer superfície que não tenha problema de eventualmente ter riscos finos, pode ser limpa com a esponja. 

Quando eu comprei a primeira, havia apenas a marca importada SuperStorm. Atualmente a Scotch Brite tem um modelo, e também é possível comprar da China em sites como Aliexpress. A Ane também já testou a Super Green da marca Àkora Brasil. O que varia de uma para outra é a densidade, tamanho, e se tem apenas a parte branca ou são compostas por uma porção de esponja comum também. Eu particularmente prefiro sem a esponja comum, uma vez que a parte que é esponja mágica “se acaba” com o uso, não quero ficar com vários restos de esponja e gerar lixo. 

Além de limpar de forma super eficiente, não utilizar produto químico foi o que me fez virar fã e sempre ter estoque em casa! 

E aí, gostaram da dica? Já conheciam essa belezinha? Conta pra mim aqui nos comentários o que achou e como você utiliza ela!

Nenhum comentário:

Postar um comentário